Alunos da Rede Municipal de João Pessoa participam da Olimpíada Brasileira de Astronomia

Alunos da Rede Municipal de Ensino de João Pessoa participaram, nesta sexta-feira (17), da 27ª Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA). Eles fizeram as provas objetivas da competição, que contou com questões sobre astronomia e astronáutica. A prova faz parte da 18ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG).

Os estudantes tiveram 2h para fazer a prova contendo sete perguntas sobre astronomia e três de astronáutica, valendo um ponto cada. Foram abordados conteúdos sobre constelações, rotação e translação da Terra e dos demais planetas do Sistema Solar, conceitos de brilho e luminosidade das estrelas, além das leis da física – Leis de Kepler e Lei da Gravitação Universal de Newton-, entre outros conteúdos.

Os alunos da rede competiram no nível 3, que compreende o Ensino Fundamental II, do 6º ao 9º ano. Maria Eliza, do 6º ano, da Escola Municipal Quilombola Professora Antônia do Socorro Silva Machado, no bairro de Paratibe, está confiante em alcançar um bom resultado na prova. “É a primeira vez que estou fazendo a prova e o foguete. Estou bastante ansiosa, mas acredito que eu consiga tirar um oito. Está sendo uma experiência muito boa”, disse

Resultado – O gabarito será liberado no site da organização e os professores responsáveis poderão realizar a correção e enviar as notas no sistema entre os dias 18 a 31 de maio. Neste mesmo prazo também serão submetidos os dados do lançamento do foguete.

“A divulgação dos alunos medalhistas da OBA e MOBFOG será feita no dia 30 de junho. Cada escola receberá premiação de 1º, 2º e 3º lugar da prova e também de foguete. Quando saírem os resultados, a organização irá enviar convites para as escolas que atingiram médias mínimas exigidas tanto de nota na prova escrita quanto de distância do lançamento dos foguetes. Estamos bastante confiantes nestes resultados”, falou a coordenadora da Seção de Jogos e Olimpíadas da Sedec, Consolação Policarpo.

Destaque – No ano passado, o destaque da competição foi Allan Raphael Silva Pontes, atualmente aluno do 7º ano da Escola Quilombola. Ele conquistou a medalha de ouro na MOBFOG após o lançamento do foguete atingir mais de 100 metros de distância.

Allan espera atingir novamente esta marca e tirar uma boa nota na prova. “Mesmo que eu não ganhe a medalha de ouro ou de prata, foi muito legal fazer o foguete novo. A gente sempre tem que tentar, ter uma experiência nova. E quanto a prova escrita, eu me sinto muito confiante e espero tirar uma nota muito boa, tipo um 9,” disse o estudante.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *