Ajuda humanitária ao Rio Grande do Sul foca em itens de necessidade

Já foram enviadas mais de 1,2 mil toneladas de donativos através da campanha paulista

O governo de SP, por meio do Fundo Social de São Paulo, passa a focar a campanha humanitária de ajuda às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul no recebimento de itens de primeira necessidade, como materiais de higiene, limpeza e alimentos não perecíveis. O recebimento dos donativos segue no depósito do Fundo Social, no Bairro do Jaguaré, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e nos diversos pontos de apoio da campanha espalhados pela capital e municípios paulistas.

O Fundo Social de São Paulo suspenderá temporariamente o recebimento de doação de roupas por conta de uma mudança operacional na campanha. O depósito do Fundo Social, que já operava com a capacidade máxima, mesmo com o apoio de três novos galpões na Grande São Paulo, voltou a apresentar lotação por conta da quantidade de roupas que vêm sendo doadas.

A arrecadação de donativos emergenciais, tais como materiais de higiene, limpeza e alimentos não perecíveis, atende o atual momento da campanha de ajuda às vítimas das enchentes, e são enviados diariamente para abastecer as comunidades afetadas no Rio Grande do Sul. Até o momento, já foram enviadas mais de 1,2 mil toneladas de donativos através da campanha paulista.

O Fundo Social também reforça a necessidade da ajuda de voluntários para trabalhar no depósito do Jaguaré. Quem quiser participar poderá se inscrever através do QRCode disponível nas redes sociais do FUSSP (@fundosocialsp) e no site www.fundosocialsp.gov.br. Aqueles que possuem disponibilidade imediata poderão se deslocar diretamente até o endereço do depósito, localizado na Avenida Mário Guedes, 301, sempre a partir das 8 horas, preencher um rápido formulário no local, e já começar a trabalhar.

Saiba onde doar os itens de primeira necessidade

Transportes Metropolitanos

As empresas ligadas à Secretaria dos Transportes Metropolitanos estão recebendo alimentos enlatados para serem levados ao Rio Grande do Sul. Os alimentos devem estar dentro do prazo de validade, bem conservados e devidamente embalados.

Na CPTM, a arrecadação é feita nas estações Lapa, Francisco Morato, Tamanduateí, Mauá, Guaianases, Suzano, Itaim Paulista, Jardim Romano e Aeroporto-Guarulhos. As nove estações contam com caixas coletoras instaladas próximas às catracas. Já no Metrô, as doações podem ser entregues na estação Tatuapé, na Linha 3-Vermelha.

Na EMTU, as doações – também de alimentos enlatados – são recebidas nos nove terminais metropolitanos do Corredor ABD e o CAPES Jabaquara, com o apoio da Next Mobilidade, concessionária operadora do corredor. À medida que novos pontos de coleta de doações são abertos em mais regiões onde a EMTU atua, a Secretaria de Transportes Metropolitanos realiza a divulgação em seus canais oficiais.

Agências de atendimento da Sabesp

Os postos de atendimento da Sabesp possuem pontos de coleta de doações ao Rio Grande do Sul. Pessoas físicas, entidades e empresas podem fazer doações. A Sabesp está coletando itens de primeira necessidade (cestas básicas e cobertores) e água potável para as vítimas das chuvas.

Os materiais devem ser entregues em qualquer uma das agências de atendimento da Sabesp. Lá, voluntários da empresa estão responsáveis pela triagem e destinação dos alimentos. Para consultar a agência de atendimento da Sabesp mais próxima de você, clique aqui.

Postos do Poupatempo

Os postos do Poupatempo de todo o Estado recebem donativos para ajudar as vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul. O Poupatempo arrecada prioritariamente água mineral, alimentos não perecíveis, itens de higiene pessoal e de limpeza. As entregas poderão ser feitas nas 241 unidades da capital, Grande São Paulo, Baixada Santista, Litoral Norte e interior.

Casas da Agricultura

Como parte da campanha AgroSP Solidário, o Governo do Estado de São Paulo disponibilizou suas Casas de Agricultura para receber doações ao povo do Rio Grande do Sul.

Para realizar doações às famílias atingidas, basta levar os seguintes produtos para qualquer Casa de Agricultura do Estado: água potável, alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal (absorventes femininos, antissépticos, aparelhos de barbear, higienizadores bucais, lenços e cotonetes, papéis higiênicos, papéis toalha e sabonetes). Encontre a unidade mais próxima em: www.cati.sp.gov.br/portal/institucional/enderecos

Secretaria da Justiça e Cidadania e nas empresas vinculadas (Fundação Casa – sede, Ipem, Imesc e Procon)

A Secretaria de Justiça e as empresas vinculadas também estão recebendo. Pessoas físicas podem fazer doações de itens de primeira necessidade (cestas básicas e cobertores) e água potável para as vítimas das chuvas. Os materiais devem ser entregues nas unidades da secretaria.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *