Agência Minas Gerais | Governo de Minas busca parcerias e investimentos nos Estados Unidos para gerar empregos e renda para os mineiros

O Governo de Minas iniciou, nesta segunda-feira (13/5), a missão oficial nos Estados Unidos da América em busca de investimentos para o estado. O objetivo é atrair empresas norte-americanas, gerando emprego e renda para os mineiros.

Em Nova Iorque, a comitiva chefiada pelo governador Romeu Zema se reuniu com a diretoria da Wabtec, empresa líder na indústria ferroviária há mais de 150 anos e que pretende alcançar um sistema ferroviário de emissão zero de carbono nos EUA e no mundo. A indústria possui cerca de 27 mil funcionários em mais de 50 países.

Presente no Brasil desde 1962, a empresa já atua em Minas Gerais. O objetivo da reunião foi apresentar os potenciais de investimento do estado para uma futura ampliação dos negócios.

“A Wabtec está buscando um país para instalar um centro de desenvolvimento que vai empregar 300 engenheiros. E nós mostramos para essa empresa o potencial que Minas tem. Inclusive, somos o estado do Brasil que tem a maior malha ferroviária e temos muito a crescer. O encontro foi produtivo e acredito que temos condições de levar mais investimentos para Minas e, com isso, gerar mais empregos para os mineiros”, disse o governador.

Além do governador, participaram da reunião os secretários de Estado de Casa Civil (SCC), Marcelo Aro; de Desenvolvimento Econômico (Sede-MG), Fernando Passalio; e de Infraestrutura, Mobilidade e Parcerias (Seinfra), Pedro Bruno. Compareceram ainda o CEO e chairman da Wabtec Corporation, Rafael Santana; o presidente e líder da Wabtec Latam, Danilo Miyasato; e o vice-presidente Global de Freight Locomotives, Rogerio Mendonça.

Potenciais de Minas

A comitiva também participou de uma reunião com a diretoria do Bank of America. O objetivo foi mostrar a carteira de investimentos em infraestrutura no estado.

“Temos um portfólio de cerca de R$ 20 bilhões de investimentos em três grandes vertentes, que são os projetos de concessões rodoviárias, de mobilidade urbana e infraestrutura social, que terão leilões e parcerias em aberto até 2026. Nós apresentamos os projetos para o banco para que possam nos auxiliar na atração de investidores para esses projetos”, explicou o secretário de Estado de Infraestrutura, Mobilidade e Parcerias, Pedro Bruno.

Para o governador, a reunião foi produtiva e deve apresentar resultados no futuro. “Minas Gerais é o estado que mais tem projetos de concessões, principalmente ligados às concessões na área de rodovias. O banco se mostrou muito interessado no que apresentamos. E trata-se de uma instituição que tem contato com muitos investidores em todo o mundo. E, acredito que nos próximos leilões, o banco poderá contribuir atraindo novos interessados”, finalizou o governador.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *