Agência Minas Gerais | Cemig investe R$ 1 bilhão em Minas Gerais no primeiro trimestre de 2024

Com foco na atuação voltado para Minas Gerais, a Cemig realizou investimentos da ordem de R$ 1,019 bilhão apenas no primeiro trimestre deste ano, o que representa um avanço de 36% em relação ao mesmo período de 2023. Os dados foram divulgados no fechamento do mercado financeiro na última sexta-feira (10/5).

Até 2028, a companhia vai aportar R$ 35 bilhões no estado, sendo que, deste total, R$ 23 bilhões estão sendo destinados para o setor de distribuição. Até o final do ano, a empresa vai investir mais de R$ 6 bilhões.

O segmento de distribuição foi o principal destaque do plano de investimento da companhia no primeiro trimestre. Nos três primeiros meses de 2024, foram destinados R$ 881 milhões para aumentar a oferta de energia e tornar a rede ainda mais resiliente.

Também no mesmo período, a Cemig destinou R$ 315 milhões para a realização de 6.741 obras em Minas Gerais.

Para a construção de novas subestações, foram investidos R$ 209 milhões. A Cemig está ampliando em 50% o número destas instalações no estado e vai entregar, ainda neste primeiro semestre, a 100ª subestação do programa Mais Energia, chegando a 500 unidades em sua área de concessão.

“A Cemig está completamente focada em Minas Gerais e, nos últimos anos, estamos batendo recorde de investimentos. A companhia está retomando o seu papel de protagonista e a indutora do desenvolvimento econômico para a sociedade. Dessa forma, estamos levando energia com qualidade para nossos clientes e gerando emprego e renda para a população”, afirma o presidente da companhia Reynaldo Passanezi Filho.

Manutenção preventiva

Ao longo do ano, a Cemig vai investir mais de R$ 300 milhões em manutenção preventiva em sua área de concessão. Os trabalhos vão se intensificar durante o período seco, no período de abril a setembro deste ano.

Somente na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), serão destinados R$ 58 milhões. O reforço da rede é importante para contribuir para a resiliência da rede e a confiabilidade do sistema elétrico de Minas Gerais em situações de eventos climáticos extremos, que têm sido comuns no Brasil nos últimos anos.

Com esses recursos, a companhia planeja realizar, em todo o estado, mais de 500 mil podas de árvores e atuar em vistorias da rede de média tensão (urbana e rural) por meio de drones e equipamentos de termovisão.

Além disso, vai providenciar a substituição de equipamentos (cruzetas, postes, isoladores e para-raios) e executar a limpeza de faixa em mais de 42 mil quilômetros de redes de distribuição. A empresa também vai intensificar a realização de convênios com prefeituras municipais para manejo de vegetação.

Recursos para geração e implantação de gasoduto

Visando a ampliação do seu parque gerador, a Cemig também está investindo para a construção de dois parques solares em Minas Gerais. Essas usinas vão acrescentar 187 MWp (megawatts pico) de potência instalada à empresa e iniciam sua operação em breve.

No primeiro trimestre deste ano, a companhia investiu R$ 28 milhões no sistema de transmissão e R$ 27 milhões em modernização e melhorias do seu parque gerador de energia.

Em março deste ano, a Gasmig, uma empresa do Grupo Cemig, iniciou as obras de construção de um gasoduto que vai beneficiar a região Oeste de Minas Gerais e gerar 15 mil empregos.

O investimento total da companhia é de cerca de R$ 800 milhões e vai beneficiar oito cidades mineiras – Betim, Divinópolis, Igarapé, Itaúna, Juatuba, Mateus Leme, São Joaquim de Bicas e Sarzedo.

O empreendimento vai permitir um aumento de cerca de 300 quilômetros de extensão em linhas do sistema, um acréscimo superior a 23% da malha atual da companhia.

O potencial de consumo do projeto é em torno de 230 mil metros cúbicos por dia, com captação estimada em mil novos clientes industriais e comerciais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *