Médicos da Maternidade Mariana Bulhões fazem parto raro de trigêmeos gerados naturalmente

Médicos da Maternidade Mariana Bulhões fazem parto raro de trigêmeos gerados naturalmente




No mês das mulheres, a Maternidade Mariana Bulhões, em Nova Iguaçu, registrou mais uma história de mãe guerreira, que enfrentou uma gravidez de risco para dar à luz aos trigêmeos Sophia, Nicolas e Joel, nesta quarta-feira (13), parto considerado raro na medicina. Para chegar a este momento único, Jiani Jasmini, de 31 anos, moradora de Mesquita, precisou ficar internada por um mês na unidade de saúde. Os bebês nasceram prematuros, com 34 semanas de gestação. O pai Adriel Teixeira, de 28, acompanhou de perto a chegada dos pequenos. Ansiedade, expectativa, emoção e alívio foram alguns dos sentimentos vividos por essa família, que já tem um filho.

A cirurgia cesariana teve duração de aproximadamente uma hora e contou com a mobilização de cerca de 20 profissionais de saúde da maternidade, entre médicos pediatras, obstetras, anestesistas enfermeiros e instrumentadores. Os dois meninos, que são gêmeos idênticos gerados em uma única placenta, foram levados para a UTI Neonatal. A menina está na enfermaria, na companhia de seus pais. A mãe está em pós-operatório. Todos os pacientes estão estáveis.

Jiani precisou de cuidados especiais durante toda a gestação, tendo que ficar internada por um mês na Maternidade Mariana Bulhões. Mesmo não esperando uma gestação de trigêmeos, ela explicou que tanto em sua família quanto na do marido há casos de gêmeos. A notícia da gravidez tripla chegou no início da gestação, após um exame de ultrassonografia realizado durante o pré-natal.

“No começo da gravidez, o médico falava que eu tinha mais possibilidade de perder meus filhos do que eles nascerem. Mas graças a Deus, à minha família e ao acolhimento da equipe da maternidade, chegamos a esse momento único. A cada dia que passava, eu me sentia mais acolhida”, compartilhou Jiani, antes de entrar para a cirurgia.

O último parto de trigêmeos realizado pela Maternidade Mariana Bulhões foi há quatro anos, o que evidencia a raridade desses casos, especialmente quando a gestação ocorre de forma natural. A médica obstetra Carla Manhães, de 52 anos, ressaltou a complexidade do caso e do procedimento cirúrgico.

“A gestação de trigêmeos é raríssima, ainda mais quando ocorre de forma natural. É de alto risco, e toda a equipe precisou ter cuidados específicos com a paciente para que a gestação evoluísse de forma favorável”, destacou a médica. “Já realizei muitos partos de gêmeos, mas de trigêmeos foi a primeira vez. É uma emoção enorme, pois ver três bebês nascerem de uma vez é algo indescritível. Parabéns a toda a equipe”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *