Palco de 33 eventos em um ano, Parque dos Poderes se consolida como referência de esporte e  lazer – Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

O ano de 2023 foi o ano em que o Parque dos Poderes se consolidou como ponto de referência para a realização de eventos esportivos e de lazer em Campo Grande. Com a participação maciça do público, a área verde onde está concentrado o centro político-administrativo de Mato Grosso do Sul recebeu 33 eventos de rua, entre caminhadas, corridas, maratonas, pedaladas e até desfiles de animais domésticos. A média é de quase três eventos realizados por mês.

Milhares de pessoas passaram pelo espaço ecológico ao longo do ano para atividades de esporte e lazer. Segundo a Prefeitura do Parque, que administra o local, os eventos que mais reuniram público foram a Corrida do Pantanal, em outubro, com 20 mil pessoas; a Maratona Internacional de Campo Grande, em maio, com 2,5 mil participantes; e a Corrida dos Poderes, em outubro, também com 2,5 mil pessoas.

Além dos eventos organizados por instituições privadas e tendo apoio da Prefeitura, o Parque dos Poderes abriu em todos os finais de semana e feriados do ano para o programa “Amigos do Parque”, que fecha um dos lados das principais vias para que pedestres e ciclistas possam aproveitar o local.

“Tanto o projeto ‘Amigos do Parque’ quanto os eventos contam com apoio da Prefeitura, que faz a manutenção, limpeza e conservação de todos o espaço”, afirma o prefeito do Parque, Manoel Rodrigues Sobrinho.

“Todos os nossos colaboradores, que formam uma equipe de nove servidores, têm se dedicado ao Parque dos Poderes integralmente, inclusive aos finais de semanas, para que as atividades esportivas e de lazer sejam realizadas com total qualidade. Queremos que todos os usuários e frequentadores do Parque se sintam bem e felizes em um ambiente limpo e aconchegante”, completa Sobrinho.

A reserva ecológica Parque dos Poderes Governador Pedro Pedrossian foi criada no início dos anos 1980 para abrigar os prédios da administração pública estadual, assim como os órgãos de controle. O local é administrado pela Prefeitura, uma instituição estadual vinculada à Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística).

A realização de qualquer atividade no local deve receber solicitação prévia da Prefeitura.

Bruno Chaves, Comunicação Seilog
Fotos: Chico Ribeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *