Prefeitura de Cuiab | Exposio fotogrfica de ces especiais que aguardam um lar pode ser conferida em shopping da capital; Conhea as fofuras peludas

Dez animais especiais, ou seja, que possuem algum tipo de deficiência física, irão participar a partir do dia 16 de uma exposição virtual para encontrar um lar. Por conta da iniciativa, eles participaram na semana passada de um primoroso ensaio fotográfico com direito a cenário e demais aparatos de “celebridades”. O resultado poderá ser conferido na Feira de Adoção, exclusiva para animais especiais, que acontece a partir do dia 16 deste mês e vai até 16 de dezembro no Espaço do Marketing do Shopping Pantanal.

A programação é uma realização da Prefeitura de Cuiabá, através da Secretaria de Bem-Estar Animal em parceria com o Shopping Pantanal e a Associação Lunaar (Luta e União de Amigos para Animais em Risco).

Os interessados deverão se apressar, pois a beleza e formosura atraem não apenas os olhares, mas também fisgam os corações. O objetivo da feira é promover a inclusão de animais especiais, mostrando que eles têm mobilidade e capacidade de vida peculiares à sua condição. Eles levam uma vida normal dentro de suas limitações, mas com capacidade de locomoção e a habilidade de promover alegria por onde passam. Entre os animais, quatro são da Bem-Estar Animal e seis da Lunaar.

“Além da inclusão, queremos promover a adoção, mas de uma forma diferente. O ensaio fotográfico foi idealizado porque não vamos expor esses animais de forma presencial. As fotos produzidas ficarão expostas no Shopping Pantanal, e as pessoas que manifestarem o desejo de adotar um desses animais especiais preencherão um cadastro. A Lunaar se responsabilizará pela triagem dos candidatos aos animais dela, assim como a Bem-Estar Animal pelos que estão sob sua custódia. A pessoa será contatada, e mediante um diálogo, vamos verificar para a liberação do animal”, detalhou a secretária adjunta de Bem-Estar Animal, Andrea Janaína Melo.

Entre os pets estão Fofa, Fubá, Nina e Viola (Bem-Estar Animal) e Sol, Lua, Estrela, Bisnaguinha e Sr. Wilson (Lunaar). Cada um deles tem uma história marcada por sequelas de maus tratos, abandono e atropelamentos, mas também de superação. São verdadeiras provas de luta que, ao encontrarem pelo caminho um coração humano bondoso, alcançaram resultados acima das expectativas. Essas histórias que mexem com o sentimento humano poderão ser conferidas na exposição fotográfica de 16 de novembro a 16 de dezembro.

No caso da Fofa, por exemplo, ela chegou à Bem-Estar Animal por meio de uma denúncia de maus tratos. ‘Disseram que era um cão que vivia acorrentado em uma casa há mais de um ano. Fomos ao local e descobrimos que ela estava desnutrida, com uma fratura na perna e outra no quadril já consolidadas. Apanhava com uma tábua de madeira porque chorava. A cachorra foi resgatada. Ela tinha pânico de pessoas e demorou 6 meses para a reabilitação de sua condição emocional. Hoje é outra Fofa, mais alegre, desfila tranquilamente no meio do público e gosta de receber afagos. Um resultado fantástico fortalecido pela dedicação e carinho de cada um da nossa equipe e dos profissionais que a atenderam na clínica”, pontuou Andrea.

Já as três gatas: Sol, Lua e Estrela, são vítimas de atropelamento. O caso chegou ao conhecimento da Lunaar por meio do Instagram. A Sol está há mais de 1 ano na Ong, a Lua, há 10 meses, e a Estrela, há 6 meses. Estrela e a Sol são paraplégicas e, mesmo assim, muito independentes, se locomovem e até escalam alturas. No entanto, precisam de auxílio para fazer xixi, e a Lua depende que coloquem os potes próximos dela.

O Sr. Wilson também foi atropelado, e o pedido de socorro também chegou por meio das redes sociais, há um ano. Ele é muito independente e se desloca para todo lado.

A cadela Bisnaguinha tinha dono e morava em uma fazenda, onde foi atropelada e socorrida. Mas no local não tinha os cuidados adequados. “Tinha amputado uma perninha. Daí formou muitas escaras, e o dono dela levou para a clínica para eutanásia, só que a Ong se ofereceu para cuidar dela. E desde então está conosco. Isso já tem 3 anos. Um pouco sistemática, não gosta muito de homens”, revelou a presidente da Associação Lunaar, Susielene Rodrigues Monteiro.

Segundo Susielene, é inegável que o sentimento fala alto, mas por mais que amem esses animaizinhos queridos e de fato muito especiais, e sabendo que eles também amam os cuidadores, as equipes tanto da Lunaar como da Bem-Estar Animal entendem que todo animal merece ter uma família. ‘Merecem ter uma família para chamar de sua, ter o seu lar, sua casa. Então, a nossa intenção não é ser um abrigo de animais, para viverem o resto da vida deles lá. É claro que muitos acabam vivendo até o fim da vida, mas o que a gente sonha, o que a gente almeja é que cada um tenha a sua família”, explicou. 

Lembrando que o resultado do ensaio fotográfico poderá ser conferido durante 30 dias, de 16/11 ao dia 16/12, na Feira de Adoção de Animais Especiais, no segundo piso do Shopping Pantanal. “São animais especiais, então não é possível deixá-los expostos presencialmente. Teremos a exibição das fotos, resultado do ensaio fotográfico que foi realizado já nas dependências do Shopping, e não tenho dúvidas de que as pessoas vão se apaixonar. Caso se interessem, poderão procurar a Bem-Estar ou a Lunaar para agilizar as tratativas. O importante é que eles encontrem uma família”, frisou a gerente de marketing do Pantanal Shopping, Daniela Rossi.

 

Matéria atualizada: a feira será realizada a partir do dia 16 de novembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *