Rede Empregadora Cidadã promoverá acesso às mulheres vítimas de violências a vagas de trabalho – Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Mato Grosso do Sul avança a passos largos na consolidação de políticas públicas que fomentam a empregabilidade e o desenvolvimento social. E, nesta segunda-feira (23), durante reunião promovida pela Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania) em parceria com a Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação) foi dado o “start” para o projeto de empregabilidade de mulheres vítimas de violência em âmbito estadual, o Emprega + Cidadania: Mulheres.

A ação faz parte do Programa Cidadania em Rede, executado pela pasta da Cidadania dentro da esfera Governamental e está inserido no MS Qualifica, que tem por objetivo contribuir com os trabalhadores para obtenção de melhores empregos, para criar novas oportunidades e aumentar a renda dos profissionais, promovendo assim a inclusão social e combate à discriminação e diminuição da vulnerabilidade.

“Quando pensamos o Emprega + Cidadania: Mulheres, pensamos diretamente na oportunidade para as mulheres atendidas pelo Ceam (Centro Especializado de Atendimento à Mulher) no rompimento definitivo do ciclo da violência e na reconstrução de suas vidas após experiências traumáticas, auxiliando assim no empoderamento com todo o suporte social e econômico. Desta forma, o projeto piloto será desenvolvido com essas mulheres que já acompanhamos e posteriormente levaremos para os municípios que possuem Coordenadorias Municipais de Políticas Públicas para Mulheres”, explica a secretária-adjunta da Setescc, Viviane Luiza.

A secretária destaca ainda que a reunião de hoje (23) é um marco para consolidação de ações efetivas e eficientes. “Esta segunda-feira ficará marcada em nossas memórias, primeiro pela transversalidade junto com todas as secretarias envolvidas, com os representantes de associações e entidades, com Sistema S (Sebrae MS, Senai MS, Senac MS e Senar MS), com todos falando a mesma língua. Esse programa é a garantia dos direitos que com toda certeza será replicado para vários recortes sociais”.

Evento contou com a presença da primeira-dama, Mônica Riedel, e da secretária Viviane Luiza (Foto: Matheus Carvalho, Setescc)

A primeira-dama do Estado, Mônica Riedel, também ressalta ser um grande dia na história dessas mulheres vítimas de violência. “Para começar um grande projeto, a gente começa do início. Então, quando a gente junta iniciativa privada, junto com os órgãos públicos, tendo o olhar, o recorte para as mulheres que sofrem violência, e dando a oportunidade para que elas mudem de vida efetivamente, que elas tenham um caminho depois da denúncia é muito importante. Então eu tenho certeza que essa parceria vai ser importante e todos vão ganhar, pessoas que precisam da mão de obra, que vão ter pessoas com vontade de trabalhar e acima de tudo que vão estar qualificadas”, afirma.

O secretário executivo de Qualificação Profissional e Trabalho da Semadesc, Bruno Gouvêa Bastos, declara que um dos pilares do MS Qualifica é realizar a inclusão de pessoas no mercado de trabalho e fazer essa transversalidade com todos os órgãos públicos. “Hoje firmamos o primeiro passo com a Setescc dentro da Rede Cidadania com foco nas mulheres em situação de violência doméstica. A partir dessa primeira reunião vamos dar sequência na execução das ações aproveitando o convênio da Funtrab com o Sistema S, para a qualificação dessas mulheres e posteriormente a sua inserção no mercado de trabalho”, diz.

Vale ressaltar que a qualificação profissional é um dos pilares da gestão do governador Eduardo Riedel, que colocou o tema como prioridade em seu plano de governo, antes de ser eleito, promovendo assim o desenvolvimento com inclusão, dando condições de emprego para a população sul-mato-grossense fazendo com que o desenvolvimento social ande lado a lado com o desenvolvimento econômico, não deixando ninguém para trás.

“É fundamental o trabalho conjunto entre Governo do Estado e iniciativa privada em qualquer âmbito do governo com foco no desenvolvimento. É importante a gente pensar no desenvolvimento com o bem-estar social. Então, nós estamos participando do MS Qualifica, de forma muito atuante nessa qualificação das pessoas e sobretudo agora nessa discussão das mulheres em situação de violência. Qualificando-as e preparando-as para assumirem vagas no mercado de trabalho”, pontua Robson Del Casale, chefe de gabinete da presidência da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul).

A reunião contou com a presença de representantes da Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas para Mulheres, Ceam (Centro Especializado de Atendimento à Mulher), Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul), Fiems (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul), Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Sindha MS (Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação do Estado de Mato Grosso do Sul), Biosul (Associação de Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul), UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Energisa, MS Pantanal, Suzano e Santa Casa.

Texto: Jaqueline Hahn Tente, Setescc
Fotos: Matheus Carvalho, Setescc

ATENÇÃO IMPRENSA: As fotos estão disponíveis em https://drive.google.com/drive/folders/144q3D9vYP2eC_KX9CqmpxAkrRJAwO9t3?usp=share_link.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *